CADISYnergia

Município de Braga apoiará o Centro Inclusivo da Associação Synergia

Noticia: O Minho Desportivo

A associação juvenil Synergia quer, em 2018, ter um Centro de Desporto e Artes Inclusivo, tal como foi noticiado pelo nosso jornal no dia 26 de julho de 2016.

O apelo foi reiterado por Ricardo Sousa, presidente da associação bracarense, a propósito de uma visita do Secretário de Estado do Desporto e da Juventude. O espaço polivalente já existe, mas a associação quer torná-lo inclusivo. A obra custará cerca de 200 mil euros. Para isso, o Synergia irá contar com o apoio do Governo e da autarquia bracarense.

“Queremos transformar o espaço e fazê-lo inclusivo, sem barreiras, com acessos a pessoas com mobilidade reduzida. Gostava que, em 2018, fosse uma realidade, para mostrar uma verdadeira Cidade Europeia do Desporto, que é inclusiva”, declarou Ricardo Sousa, presidente da Synergia.

Para o secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, o Synergia poderá contar com o programa de reabilitação das infraestruturas desportivas, que apoia até 50 mil euros. “A ideia é que o apoio seja feito através do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). O projecto terá que ser alavancado com receitas dos próprios clubes e municípios que reconheçam o projecto e apoiem o investimento”, explicou.

Em declarações á Rádio Universitária do Minho, a vereadora do desporto Sameiro Araújo garantiu a total disponibilidade para apoiar o projecto. “É uma ambição do Synergia e de todos os bracarenses. É um centro cujo orçamento ronda os 200 mil euros. Ainda que o IPDJ apoie, será apenas nos 50 mil euros. O município irá contribuir com uma verba para este projecto e vamos, em conjunto com o Synergia, procurar outros parceiros, para que a parte do município não seja tão onerosa como seria necessário”, referiu.

A associação juvenil Synergia quer que a obra esteja concluída em 2018, ano em que Braga será Cidade Europeia do Desporto.

Deixe uma resposta